segunda-feira, 26 de julho de 2010

Fiscal da prefeitura de Taboão suspeito de corrupção abandona o cargo

Funcionário não comparece ao trabalho desde que uma colega foi presa em flagrante pelo mesmo crime

O prefeito da cidade de Taboão da Serra, Evilásio Cavalcante de Farias, designou uma Comissão de Processo Administrativo Disciplinar, que deve apurar o “enquadramento da conduta” do funcionário público José Carlos Sizilio Nery, que ocupa o cargo de Fiscal de Postura, na prática de improbidade e por abandono de cargo.

As informações são da portaria nº 1622/2010, publicada na edição nº 298, da Imprensa Oficial do Município (IOM). De acordo com texto, o funcionário teria participado, em parceria com Heloisa Lombello, também fiscal e colega dele, de ato fiscalizatório em uma casa de show da cidade, tendo os agentes exigido quantia indevida para a expedição de alvará de funcionamento.

O fiscal não voltou ao trabalho desde o episódio, nem justificou sua ausência. José Carlos não foi localizado nem mesmo pela polícia. De acordo com o Estatuto dos Funcionários Públicos de Taboão da Serra, a atitude do agente em questão é passiva de demissão, uma vez que ele não trabalha há mais de um mês seguido sem justa causa.

Corrupção passiva

Heloísa Lombello foi presa em flagrante na tarde do dia 18/06/2010, quando recebia a quantia de R$1.000,00 do proprietário do estabelecimento fiscalizado por ela e pelo colega José Carlos.

Blogs que acompanho

Pesquisar este blog

Seguidores