quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Olimpíadas: lançada nova logomarca Rio 2016

Por Edimon Teixeira












Embora o presidente Lula (um dos maiores incentivadores do Rio de Janeiro como sede dos jogos olímpicos de 2016) tenha condenado os confrontos entre traficantes rivais no Rio, que tem resultado em dezenas de mortes nos últimos dias, tudo indica que estes devem persistir.

O brasileiro, também conhecido pela criatividade e bom humor, (embora o clima seja pra choro), resolve mais uma vez inovar. Está na internet, e por sinal já virou febre, a idéia de um internauta de logomarca para as olimpíadas.

Alguns podem quem sabe, classificar de humor negro ou coisa de quem não tem o que fazer. Opiniões à parte entendo (e o tempo verbal usado deixa claro que a interpretação e opinião são particulares), que é válido o logotipo, sobretudo pela criatividade.

Cidade sitiada

O confronto entre traficantes da Rocinha, zona sul do Rio e integrantes da favela Ladeira dos Tabajaras, em Copacabana, iniciado no último final de semana, continua a fazer vítimas. Sobe para 29 o número de mortes nesta quarta feira, 21.

Dentre as vítimas, três moradores locais e três policiais militares. Ontem, a polícia encontrou o corpo de um homem em um carrinho de supermercado na Rua Luiz Barbosa, um dos acessos ao morro dos Macacos, em Vila Isabel, na zona norte.

Mas, como diria José Mariano Beltrame, secretário de segurança do Rio, “segurança pública não é o principal problema para a realização das Olimpíadas de 2016 na cidade do Rio de Janeiro”. Amém! Ou melhor, “Perdoe, pai, ela não sabe o que fala”.

2 comentários:

  1. É, um dia tudo isso vai acabar, e ai daquele que ao invés plantar o AMOR, se preocupou em se beneficiar com a desgraça de outrens. Deixando de Glorificar o nome do Grande "EU SOU" o PAI- TODO PODEROSO. Podem até dizer, isso é balela. Porém, é só questão de tempo! Que DEUS continue abençoando a todos, com saúde;paz e prosperidade. Que os iguais sejam tratados com igualdade e os desiguais com desigualdade na medida em que se desigualam.

    ResponderExcluir